quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Leituras de 2011 :)

Sou viciada em qualquer tipo de lista. Tudo o que eu faço é precedido ou seguido de uma lista, mesmo que seja só mental. Me acostumei a, no início de cada ano, começar uma lista dos livros que li e vou preenchendo ao longo deste. As leituras de 2011 foram essas :)

  1. Como esquecer - Myrian Campello
  2. Nada me faltará - Lourenço Mutarelli
  3. Cordilheira - Daniel Galera *
  4. Noite - Érico Veríssimo
  5. Sombras e Sonhos - Álvaro Domingues
  6. Grande Sertão: Veredas - Guimarães Rosa *
  7. Feliz ano velho - Marcelo Rubens Paiva
  8. Um copo de cólera - Raduan Nassan
  9. Romance negro e Outras histórias - Rubem Fonseca
  10. Para sempre teu, Caio F. - Paula Dip
  11. Cheiro de Goiaba - Gabriel García Márquez
  12. Orgulho e Preconceito - Jane Austen
  13. Retalhos - Craig Thompson
  14. Por quem os sinos dobram - Ernest Hemingway
  15. Persépolis - Marjane Satrapi *
  16. Orgulho e Preconceito e Zumbis - J.A. e Seth G. Smith *
  17. Romance de Cordel - Ferreira Gullar
  18. O Lugar - Annie Ernaux
  19. O mal-estar na cultura - Sigmund Freud
  20. Amor de Perdição - Camilo Castelo Branco
  21. Um teto todo seu - Virginia Woolf *
  22. O Convidado Surpresa - Grégoire Bouillier
  23. Coisas Frágeis (vols. 1 e 2) - Neil Gaiman
  24. Trilogia de Nova York - Paul Auster *
  25. Poema Sujo - Ferreira Gullar
  26. Chico Buarque: Histórias das Canções - Wagner Homem
  27. Os homens que não amavam as mulheres - Stieg Larsson **
  28. Capão Pecado - Ferréz
  29. Até o dia em que o cão morreu - Daniel Galera
  30. Lugares que não conheço, pessoas que nunca vi - Cecília Gianetti
  31. Feliz ano novo - Rubem Fonseca
  32. Cidades Invisíveis - Ítalo Calvino
  33. A virgem dos Sicários - Fernando Vallejo
  34. Nove Noites - Bernardo Carvalho
  35. As Horas - Michael Cunnighan *
  36. A sordidez das pequenas coisas - Alexandre Garcia
  37. Pedras de Calcutá - Caio Fernando Abreu
  38. Miguel e os Demônios - Lourenço Mutarelli *
  39. Toda Terça - Carola Saavedra *
  40. Liberdade - Jonathan Franzen *

* Destaques do ano :)

Um comentário:

  1. Uma boa lista de leituras. Alegro-me de ter figurado nela (Sombras e Sonhos).

    ResponderExcluir

"Eu escrevo sem esperança de que o que eu escrevo altere qualquer coisa. Não altera em nada... Porque no fundo a gente não está querendo alterar as coisas. A gente está querendo desabrochar de um modo ou de outro..." (Clarice Lispector)